segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Novo pároco

Tomou posse no passado dia 13 de Maio,  em Vilar de Perdizes, o novo pároco de Soutelinho, Meixide e Vilar, de seu nome António Joaquim Dias, natural de Peireses, Montalegre., vindo substituir na condução dos destinos destas paróquias o sempre eterno e presente Padre Fontes, que por motivos de  diversa ordem pediu dispensa das funções que exerceu durante 43 anos da sua vida. O novo pároco, exerce ainda as funções de Capelão do Regimento de Infantaria 16, em Chaves. O autor deste blogue dá as boas vindas a este sacerdote, desjando que sejam maiores as alegrias do que as agruras no cumprimento do seu ministério.

sexta-feira, 9 de Maio de 2014

Sitios da Terra...

Aqui vão alguns nomes caracteristicos de sítios e lugares de Soutelinho e uma pequena e possivel explicação parcial, que muitos de vocês devem conhecer, se por acaso faltar algum, ou souberem a origem do mesmo, agradeço que me comuniquem...

Anta- monumento megalitico/sepulturas que apareceram no mesmo local.
Assureira- lugar do Açor (ave de rapina ), mata ou mouta do açor.
Bezerreira- cerca onde se guardavam bezerros, lugar do bezerro.
Bouças
Calcanhar
Caravela- lugar onde aterrou um aeroplano nos inicios do séc-XX.
Casinha da gafa
Campo da Bola
Chouro-Mouro
Cruz do Marco
Corga da besta- ribeira natural com uma pequena represa usada para curtir linho.
Corga do Moinho- em Soutelinho existiam ao longo dessa corga muitos moinhos de água.
Cubo
Carvalhal
Cortinhas
Cidade
Escuquela
Espinheiro
Ervas
Fonte-cerdeira- uma fonte ao pé de uma cerdeira ( árvore que dá cerejas...)
Fonte-Fria
Forno-telheiro- lugar onde se coziam telhas de barro( segundo os mais antigos existiu mesmo)
Freijoal
Fonte-carvalha
Infantilhas
Quartel-onde existia o posto da Guarda-Fiscal.
Lajas- pedras, nesse lugar existem muitos penedos.
Lama
Lama do Boi- ou lameiro/ pastagem do boi do povo
Lamarelhos- de lama, lameiros pequenos.
Largateira- de lagartos ( répteis )
Loureiro
Mestras
Mosqueiros 
Nabais
Outeiro das Lebres
Oso
Pastagem
Panadeira- quem faz ou vende o pão em espanhol ?
Pardieiros- possivel localização de uma pequena povoação ou castro...
Poldras- potros, cavalos pequenos.
Porto-cavalo
Porto da laja
Reais
Trogueira -lugar onde existem torgos(arbusto).
Veiga
Veiga Galega
Vale de Abrigo
Vale do cabo
Vale sabugeiro 
Vale falmego
Valongo- vale-longo( comprido, extenso)
Vascas





sexta-feira, 28 de Março de 2014

Reportagem RTP

O administrado do blogue, vem por este meio dar a conhecer a todos os interessados que foi feita uma reportagem na RTP, no programa Portugal em Directo, sobre a Igreja de Soutelinho, que como sabem foi alvo de uma intervenção de recuperação de frescos murais. A reportagem pode ser visualizada no site da RTP,www. RTP.pt, na área de Cultura sob o Titulo : descobertos painéis na Igreja de Soutelinho da Raia. Partilhem !

sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

O autor deste blogue deseja a todos os Soutelinhenses um FELIZ NATAL , cheio de coisas boas, em família, ao calor de uma lareira, e um BOM ANO de 2014.

sexta-feira, 13 de Dezembro de 2013

Património e Cultura

A cultura de um povo, mede-se a meu ver pela forma como preserva ao longo dos tempos o seu património cultural, seja ele edificado, monumentos, igrejas e outros, ou imaterial, como as suas tradições, os seus usos e costumes. Serve este aparte para falar do que tem acontecido a nível da nossa terra, nomeadamente nas obras de restauro da Igreja Paroquial. A Comissão Fabriqueira, decidiu, e bem, á semelhança do que tinha feito anteriormente em relação ao teto da mesma, pedir uma intervenção qualificada, no sentido de preservar os frescos que por acaso tinham sido descobertos. Após ter contactado o IGESPAR, entidade responsável pelo património edificado, e dada a igreja constar como imóvel de interesse público, foi concedida autorização para se poder actuar, seguindo as condições apresentadas, ou seja a obra seria feita sob a sua alçada e direcção, supondo a intervenção de Técnicos qualificados para levar a cabo este restauro. Depois de um concurso e após as candidaturas apresentadas, a obra foi entregue a uma equipa que previamente fez um estudo in loco, e que deu garantias de competência e seriedade. Assim, a intervenção tem decorrido principalmente na parede Norte, ou do lado esquerdo que era a que exibia como todos sabem  uma grande pintura evocando um milagre de St.º António. Isto também devido a condicionantes financeiras, dado que um trabalho desta envergadura e meticulosidade, exige muito tempo e trabalho exaustivo, que pesam no orçamento apresentado. Como se sabe, correndo os tempos difíceis e a conjuntura actual de crise, as ajudas monetárias, proveem essencialmente das esmolas e da boa vontade de todos nós que formamos e somos também a Igreja. As entidades oficiais apoiam "moralmente" a iniciativa, mas é necessário muito mais do que isso. Isto porque estamos a falar de frescos datados do Séc.XVIII, muito raros, principalmente porque, como os Técnicos vieram a descobrir, não se localizam apenas numa parede, mas também na localizada do lado direito, e inclusive atrás do altar-mor. As imagens que aqui se reproduzem são  de Santos, Stª Bárbara, Monges, Anjos, e o que se supõe serem cenas bíblicas. A Comissão Fabriqueira, pediu-me para que através deste meio divulgasse o que tem sido feito, mas também lançando um apelo no sentido de todos aqueles que queiram ajudar monetariamente este restauro o façam contactando directamente com as pessoas que a compõem. Toda a ajuda será bem-vinda, vamos TODOS contribuir  para esta causa que é de todos, que durante anos formamos esta Igreja.Obrigado.





quinta-feira, 24 de Outubro de 2013

Um fim anunciado

Fechar, fechar escolas, fechar serviços, agregar e extinguir freguesias. É o que se passa no nosso país e o que sucede na nossa ( extinta ) freguesia. Foi um fim anunciado o resultado das últimas eleiçôes, onde não se votava para Soutelinho da Raia, mas para a "união de Freguesias" de Calvão- Soutelinho. Que beneficios daí advém, não sabemos, porque quer se queira quer não, é um pouco da nossa história que acaba aqui. Somos Raianos, e a nossa realidade é completamente diferente da que se vive na agora Freguesia Mãe, os usos e costumes são diferentes, e os problemas também. Podem dizer que é o progresso, mas se é progresso obrigar as pessoas a deslocar-se, quase 10 km, se puderem, para tratar de papeladas á sede de Freguesia ou de outros assuntos... para mim é antes um retrocesso, que conduz á morte lenta  do nosso meio rural e das aldeias deste Portugal.

sexta-feira, 18 de Outubro de 2013

Paulo Bragança - Sou galego


Porque historicamente temos laços em comum. A Galaeccia era uma região que ia desde o Norte da Galiza até Coimbra, onde habitavam diversos povos distribuídos por tribos que a  compunham, e que habitavam nos Castros. Estes povos de origem Celta, dividiam-se em Àrtabros (Galiza), Gróvios(Norte de Portugal) e Astures ( Astúrias ) sendo a capital de então Bracara Augusta ( Braga ),mais tarde com a invasão Romana transformou-se numa província que fazia fronteira a sul com a Lusitania.